Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2014

JUSTIÇA DO TRABALHO DO PARANÁ, SILENCIA SINDICATO DE ENFERMAGEM DO ESTADO PARANÁ. NOVO BLOG: http://30horassonarua.blogspot.com.br/

O SINDIPROENF-PR DENOMINADO SINDICATO DOS TÉCNICOS E AUXILIARES DE ENFERMAGEM DO ESTADO DO PARANÁ COM CNPJ: 11379191/0001-60, FUNDADO EM 09 DE MARÇO DE 2009 EM ASSEMBLEIA GERAL POR SUA CATEGORIA NA CIDADE DE CURITIBA-PR; TEM TODOS OS SEUS ATOS CONSTITUÍDOS REGISTRADOS E DEPOSITADOS EM CARTÓRIO DE REGISTROS DE PESSOAS JURÍDICAS, COMO TAMBÉM TODA ESTA DOCUMENTAÇÃO ENCAMINHADA AO MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO EM BRASÍLIA, AGUARDANDO ANÁLIZE HÁ MAIS OU MENOS 05 LONGOS ANOS. JA É DE CONHECIMENTO JURÍDICO E ADMINISTRATIVO NO ÂMBITO DO MTE QUE PROFISIONAIS DE ENFERMAGEM CONSTITUEM COMO CATEGORIA DIFERÊNCIADA, PORTANTO COM DIREITO A SUA ORGANIZAÇÃO SINDICAL, CITO COMO EXEMPLOS: SATEAL - SINDICATO DE AUXILIARES E TÉCNICOS DE ENFERMAGEM DO ESTADO DE ALAGOAS - SATENRJ - SINDICATO DOS AUXILIARES E TÉCNICOS DE ENFERMAGEM DO MUNICÍPIO DO RIO DE JANEIRO - SINDATEDF - SINDICATO DOS AUXILIARES E TÉCNICOS DE ENFERMAGEM DO DISTRITO FEDERAL E AINDA TEM CERCA DE OITO SINDICATOS DE AUXILIARES E …

LEI DA GREVE EM SERVIÇOS ESSENCIAIS,,

Lei de greve LEI Nº 7.783, DE 28 DE JUNHO DE 1989. Dispõe sobre o exercício do direito de greve, define as atividades essenciais, regula o atendimento das necessidades inadiáveis da comunidade, e dá outras providências. O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei: Art. 1º É assegurado o direito de greve, competindo aos trabalhadores decidir sobre a oportunidade de exercê-lo e sobre os interesses que devam por meio dele defender. Parágrafo único. O direito de greve será exercido na forma estabelecida nesta Lei. Art. 2º Para os fins desta Lei, considera-se legítimo exercício do direito de greve a suspensão coletiva, temporária e pacífica, total ou parcial, de prestação pessoal de serviços a empregador. Art. 3º Frustrada a negociação ou verificada a impossibilidade de recursos via arbitral, é facultada a cessação coletiva do trabalho. Parágrafo único. A entidade patronal correspondente ou os empregadores diretamente interessa…