Pular para o conteúdo principal

SE APROVADA A TERCEIRIZAÇÃO TODAS AS PROFISSÕES SERÃO DESVALORIZADAS INCLUINDO A ENFERMAGEM.

enfermagem pede vetatudodilma

22-04-2015, 9h24

Dilma deve vetar pontos da lei da terceirização

Presidente defende regulamentação para situação de fato
52
Postado por: DANIELA MARTINS 
A presidente Dilma Rousseff está decidida a vetar pontos do projeto que amplia as regras de terceirização. Dilma tem interesse no projeto porque não existe uma lei que regulamente a terceirização no país. Ela também não quer entrar em rota de colisão com o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), defensor da votação do proposta.
Dilma quer que seja feita uma regulamentação da terceirização, hoje disciplinada por súmulas do TST (Tribunal Superior do Trabalho). A existência de uma lei seria importante para sistematizar essas decisões da última instância da Justiça trabalhista.
O TST, por exemplo, é contra a extensão da terceirização para a atividade fim, como desejam os empresários. As empresas argumentam que se tornariam mais competitivas e gerariam mais empregos, mas ministros do TST entendem, como mostram as súmulas, que essa medida seria prejudicial aos trabalhadores e afetaria direitos da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho).
Na visão da Justiça trabalhista, a terceirização deveria valer apenas para a atividade meio. Parece uma posição sensata.
Outro ponto importante é a confirmação, ao final das votações na Câmara e no Senado, da regra que torna solidária e não subsidiária a responsabilidade da empresa que contrata uma companhia que não respeite os direitos dos funcionários.
A Câmara dos Deputados deve retomar hoje o debate sobre o tema após vitória pontual do PT na semana passada, que fez com que a votação fosse adiada. A depender do quórum hoje em Brasília, Cunha tentará continuar a votar o projeto. Depois de passar pela Câmara, ele precisará ser apreciado no Senado.
*TOMARA QUE ISTO SEJA VERDADE..

Postagens mais visitadas deste blog

SALÁRIOS 2016 GARIS DE CURITIBA - VEM AÍ O SINDICATO DE ENFERMAGEM DO PARANÁ.

Tabela de Salários Cavo 2016 ( GARIS DE CURITIBA ) Coletor Domiciliar                                                 Salário R$ 1.365,39 Assiduidade R$ 136,53 Vales (alimentação e refeição) R$ 986,11 Insalubridade (SM) R$ 352,00 TOTAL R$ 2.840,03 Coletor Lixo Reciclável Salário R$ 1.307,36 Assiduidade R$ 130,73 Vales (alimentação e refeição) R$ 986,11 Insalubridade (SM) R$ 352,00 Total R$ 2.776,20 Varredor Salário R$ 1.170,24 Assiduidade R$ 117,02 Vales (alimentação e refeição) R$ 986,11 Insalubridade (SM) R$ 176,00 Total R$ 2.449,37 Servente Salário R$ 1.155,01 Assiduidade R$ 115,50 Vales (alimentação e refeição) R$ 986,11 Insalubridade (SM) R$ 176,00 Total R$ 2.432,62 Operador de Roçadeira Salário R$ 1.320,74 Assiduidade R$ 132,07 Vales (alimentação e refeição) R$ 986,11 Insalubridade (SM) R$ 352,00 Total R$ 2.790,92

 OUTROS: AUXILIO CRECHE - PLANO DE SAÚDE - SEGURO DE VIDA ETC... FONTE: http://www.siemaco.org.br/salarios/2016%20CAVO.pdf

ESCALA DE TRABALHO FOLGA SEMANAL...

JORNADA DE TRABALHO: São 8 horas diárias ou 44 horas semanais pela CLT e, considerando a Constituição de 1998; A Jornada de trabalho pode variar de acordo com a Instituição. Na enfermagem é comum encontrarmos vários tipos de jornadas; os mais comuns são: De 8 horas diárias ou 40 horas semanais, com dois descansos semanais; De 6 horas diárias ou 36 horas semanais, com um descanso semanal; De 6 horas diárias ou 30 horas semanais, com dois descansos semanais; De 12 horas de trabalho por 36 horas de intervalo entre as jornadas (chamados turnos de 12 por 36), com um descanso semanal; Ao realizar uma escala de pessoal, o profissional enfermeiro deve, portanto, levar em consideração a jornada de trabalho vigente na Instituição; inclusive podemos ter Instituições com jornadas diferentes para diferentes funcionários, o que significa que o profissional deverá elaborar a escala com pessoas que cumprem jornadas diferentes, o que torna o trabalho mais complexo. C L T -TIICIISII Art. 58 LEI COM…

SALÁRIO ENFERMAGEM PARANÁ 2017

SALARIÔMETRO
O valor representa o salário médio inicial para a ocupação CBO 322205 - Técnico de enfermagem socorristacom o perfil escolhido nesta consulta. Foi calculado com base nas 564 contratações observadas entre set/2016 e fev/2017.


R$ 1.342
 SALARIÔMETRO
O valor abaixo representa o salário médio inicial para a ocupação CBO 322205 - Técnico em hemotransfusãocom o perfil escolhido nesta consulta. Foi calculado com base nas 564 contratações observadas entre set/2016 e fev/2017.

R$ 1.342
 SALARIÔMETRO O valor abaixo representa o salário médio inicial para a ocupação CBO 322210 - Técnico em hemodiálisecom o perfil escolhido nesta consulta. Foi calculado com base nas 2 contratações observadas entre set/2016 e fev/2017. R$ 1.800

 SALARIÔMETRO O valor abaixo representa o salário médio inicial para a ocupação CBO 322210 - Técnico em UTIcom o perfil escolhido nesta consulta. Foi calculado com base nas 2 contratações observadas entre set/2016 e fev/2017. R$ 1.800

 SALARIÔMETRO O valor abaixo representa…