SALÁRIOS PARA ENFERMAGEM EM 2015.


Funções e Salários da Enfermagem, para 2015

Dentro da área de saúde, existem 3 níveis de especialização em enfermagem.
O auxiliar de enfermagem atua sempre sobre supervisão de um enfermeiro e um médico, e auxilia na instrumentação cirúrgica, na aplicação de medicamentos, na supervisão de pacientes internados, na organização de materiais hospitalares e medicamentos, entre outras funções de nível auxiliar.
Geralmente faz um curso técnico de curta duração, aliado à formação com ensino médio.
Por este motivo, o auxiliar de enfermagem não tem um salário tão bom oferecido pelo mercado. Dados do CAGED – Cadastro Geral de Empregados e Desempregados – do Ministério do Trabalho divulgam que o salário médio de admissão deste profissional é de R$ 1.312,00.
O menor salário oferecido é de R$ 927,00, e o maior de R$ 2.400,00. Lembrando ainda que o salário de um auxiliar de enfermagem pode aumentar em caso de plantões e jornadas noturnas.
Já o técnico em enfermagem  tem um salário maior, pois também tem mais responsabilidades.
Atua em parceria com o enfermeiro e o médico, orientando pacientes, aplicando medicamentos e fazendo curativos, orientando sobre procedimentos médicos e instrumentação cirúrgica, entre outras funções. O curso técnico em enfermagem é considerado complemento ao ensino médio formal, e geralmente tem 2 anos de duração.
O salário médio oferecido pelo mercado é de R$ 1.647,00, dados da Catho Consultoria. Lembrando que o salário do técnico em enfermagem pode também aumentar por conta de jornadas extras, plantões e jornadas noturnas.
Enfermeiro por sua vez é um profissional da saúde de nível superior. Deve ser formado em Enfermagem, e ter registro no Conselho de Classe (Conselho Regional de Enfermagem) para poder atuar. É o responsável pelo atendimento a pacientes internados, responsável também por atuar, em parceria com médicos e odontólogos, sobre as informações de pacientes internados, operados, em procedimento de curativos, entre outras informações. Também é o responsável por orientar e coordenar os trabalhos da equipe de enfermagem de hospitais e clínicas, podendo também atuar na Enfermagem do Trabalho ou em órgãos públicos.
O salário médio de Admissão é de R$ 2.581,00. Tem jornada regulamentada, e as escalas de plantões, quando necessárias, devem ser acordadas e assinaladas em carteira de trabalho. O mercado oferece salários de até R$ 4.500,00 para este profissional.
NOTA DO SINDIPROENF; As informações prestadas acima tem como referência dados de nível nacional.Agora vejamos a nível estadual; exemplo: estado do Paraná dados do CAGED de 2015 site do MTE.
Periodo: Jan - Nov
Munícipio: Todos
Microrregião: Todos
UF: Paraná
Setor: Serviços
SubSetor: Serviços médicos, odontológicos e veterinários
Tipo de Quadro
Consolidado  
Comparativo
Movimentação
Agregada      
Desagregada
Nível
Geográfico    
Ocupacional
Ordenação
Ocupações que mais Admitiram
Ocupações que mais Desligaram
Ocupações com maiores saldos
Ocupações com menores saldos
Todas  Ocupações:
Ano InícioMês InícioAno FimMês Fim
Perfil do Município

Tecnico de Enfermagem 1.203,62      Auxiliar de Enfermagem 1.099,13
 Enfermeiro 2.032,69